Manual do Estudante

Manual do Estudante

Caro(a) Calouro(a),

Caro(a) Estudante,

A você, que inicia neste semestre sua trajetória acadêmica conosco, parabenizo-o(a) por seu ingresso na graduação da PUC-SP, uma Instituição de excelência, que se destaca entre as melhores Universidades brasileiras.

A você, que retorna para mais um semestre letivo, desejo que a nova etapa de estudos abra novas e ricas possibilidades para construção, aplicação e renovação de conhecimento.
Este Manual é um dos canais em que você obtém informações importantes sobre o ambiente universitário, suas normas e procedimentos. Além dele, você pode consultar também outros veículos institucionais de comunicação: Portal (www.pucsp.br); TV PUC; REDE PUC; Facebook (www.facebook.com/PUCSP); Instagram (http://instagram.com/puc_sp) e Twitter (http://twitter.com/puc_sp).

Seja bem-vindo(a) à PUC-SP, que se reafirma em constante reconstrução como um ambiente rico e multidisciplinar, valorizando a diversidade em todas as suas dimensões como parte fundamental para manter a excelência acadêmica.

 

Profa. Maria Amalia Pie Abib Andery
Reitora

Estrutura da Universidade  

Um Rápido Histórico

A PUC-SP tem natureza católica comunitária, sem fins lucrativos. Fundada em 1946, foi reconhecida como Universidade Pontifícia pelo Papa Pio XII, em 25 de janeiro de 1947. Ao longo de seus mais de 70 anos, completados em 2016, sempre esteve comprometida com a transformação e a emancipação social; com os direitos e o desenvolvimento humanos.

Tais compromissos fazem com que a PUC-SP produza conhecimentos e forme profissionais e pesquisadores para a cidadania. Aqui, para ser bom profissional é preciso também ser cidadão, isto é, exercer direitos e deveres sociais, orientado por conduta ética e solidária.

A história da PUC-SP reitera permanentemente essas posições, o que fez e faz dela um patrimônio de São Paulo e do País, nos campos acadêmico, cultural, político e social. Sua história é reconhecida nacional e internacionalmente, e agora você também é parte dela!

Reitoria e Conselhos

A Reitoria é o órgão superior executivo, responsável por planejar, organizar e coordenar as atividades da Universidade. Sediada no campus Perdizes, é composta pela Reitora, pelo Vice-Reitor e pelos Pró-Reitores (de Graduação, Pós-Graduação, Cultura e Relações Comunitárias, Educação Continuada e Planejamento, Desenvolvimento e Gestão). Os Conselhos Superiores, por sua vez, representam o corpo docente e o administrativo e constituem-se do Conselho Universitário (CONSUN) e do Conselho de Administração (CONSAD).

Campi

A PUC-SP possui cinco campi, sendo quatro localizados na cidade de São Paulo (Perdizes, Consolação, Ipiranga e Santana) e um no interior do Estado (Sorocaba).

Perdizes

O Campus Perdizes reúne a maioria dos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade. Seu edifício Sede – Edifício Cardeal Mota – é tombado pelo patrimônio histórico e data da década de 1920, quando funcionava ali um convento de freiras. Seu conjunto arquitetônico inclui também a Capela da Universidade e o Tuca, o teatro da PUC-SP.

Rua Monte Alegre, 984 – Perdizes – São Paulo/SP - CEP 05014-901

Consolação

Nesse Campus, funcionam os cursos de graduação e pós-graduação da área de Exatas e Tecnologia. O espaço abriga a Biblioteca da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas (FCET), constituída de um acervo que atende a diversas áreas temáticas, entre elas Ciências da Computação, Jogos Digitais e Engenharia.

Rua Marquês de Paranaguá, 111 – Consolação – SP - CEP 01303-050

Santana

O Campus Santana foi aberto no primeiro semestre de 2005, resultado de uma parceria entre a PUC-SP e a Cúria Metropolitana. Lá funcionam cursos de graduação das Faculdades de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais (FEA) e de Teologia.

Rua Voluntários da Pátria, 1653 – Santana - São Paulo/SP - CEP 02011–300

Ipiranga

Parte integrante da PUC-SP desde 2009, esse Campus tem a sua história diretamente ligada à formação do clero paulista. Atualmente, oferece cursos de graduação e pós- graduação, frequentados tanto por religiosos quanto por leigos.

Av. Nazaré, 993 – São Paulo/SP – CEP 04263-100

Sorocaba

O Campus Sorocaba reúne os cursos de Medicina e Enfermagem, além do Mestrado Profissional em Educação para Profissões da Saúde e atividades de Residência Médica. Ele fica ao lado do Hospital Santa Lucinda, unidade escola suplementar da PUC-SP (Rua Cláudio Manoel da Costa, 57. Telefone: 15-3212-9900).

Rua Joubert Wey, 290 – Sorocaba – SP - CEP 18030-07

Assuntos Comunitários  

Para uma efetiva integração dos recém-chegados com a Universidade, a PUC-SP oferece os seguintes serviços comunitários:

1. Setor de Atendimento Comunitário - PAC

De acordo com as diretrizes institucionais, a educação deve contemplar o ser humano em suas múltiplas dimensões (comunitária, social, cultural, econômica, psicológica, física, espiritual e biológica). Assim, o PAC, vinculado à Pró-Reitoria de Cultura e Relações Comunitárias, é a porta de entrada para acolher, orientar, e encaminhar os casos que necessitem de atendimento psicológico, pedagógico e comunitário.

Seu foco de atuação consiste em:

• Acompanhamento de estudantes com necessidades educacionais especiais, relacionadas a questões psicossociais, psicopedagógicas (dificuldades no processo de aprendizagem) e culturais; demandas específicas (dislexia e outras demandas que exijam atendimento diferenciado), entre outras;
• Atendimento e acompanhamento para pessoas com deficiência física, visual ou auditiva;
• Ações que se consolidem em benefícios complementares a estudantes bolsistas, na perspectiva da Lei nº 12.868/2013 (Filantropia);
• Mediação de conflitos entre pessoas ou grupos, de modo a favorecer a convivência entre os integrantes da comunidade;
• Desenvolvimento de ações na área de Esportes.

    O PAC atende nos seguintes campi:

    Campus Perdizes, de 2ª a 6ª feira, das 9h às 23h – Edifício Reitor Bandeira de Mello, andar Térreo, sala 63-G. Telefones: (11) 3670-8035 ou 8544; e-mail: pac.procrc@pucsp.br;
    Campus Marquês de Paranaguá, 2ª, 4ª e 6ª feira, das 14h às 20h; 3ª e 5ª feira, das 11h às 16h – Prédio 1, sala 122. Telefones: (11) 3124-5754; e-mail: pacmarques@pucsp.br;
    Campus Sorocaba, de 2ª a 6ª feira, das 9h às 15h – Prédio da Faculdade, 5º andar, sala 502. Telefone: (15) 3212- 9865; e-mail: sapcamargo@pucsp.br;
    Campus Santana, telefone: (11) 2226-6170; e-mail: pac.santana@pucsp.br;
    Campus Ipiranga, telefone: (11) 2065-4600; e-mail: pac.ipiranga@pucsp.br.

      2. Bolsas de Estudo

      Modalidades de bolsas
      A Fundação São Paulo (FUNDASP), Mantenedora da PUC-SP, na qualidade de entidade filantrópica, concede diversas modalidades de bolsas de estudos e financiamentos estudantis, no intuito de propiciar sua permanência e vivência no campus. As bolsas concedidas são de natureza pessoal e intransferível, e sua sustentação vincula-se ao bom desempenho acadêmico e à manutenção da condição financeira, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Instituição.

      Veja, a seguir, quais são essas modalidades.

      Bolsas PROUNI:bolsas integrais (100%) oferecidas pelo Programa Universidade para Todos (PROUNI). Destinam-se a estudantes cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de até um salário-mínimo e meio. Para concorrer a essa modalidade, os candidatos devem realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) do ano letivo corrente, inscrever-se no processo seletivo do MEC e submeter-se aos critérios de seleção. Aqueles que ingressam pelo PROUNI têm a bolsa desde a matrícula e são dispensados do Vestibular da PUC-SP, pois a classificação é feita pela nota do ENEM, sendo a Instituição responsável pela verificação de toda documentação declarada pelos candidatos.

      Mais informações podem ser obtidas em http://prouniportal.mec.gov.br.

      Bolsas FUNDASP: a Fundação São Paulo (FUNDASP) mantém uma política consolidada para a concessão de bolsas de estudo, por meio de editais públicos. As bolsas institucionais são ofertadas a estudantes cujo perfil socioeconômico atenda à Lei da Filantropia (Lei nº 12.101, de 27 de novembro de 2009 e alterações) e concedidas nas modalidades integral (100%) e parcial (50%). Para as bolsas integrais, os candidatos devem comprovar renda per capita de até um salário-mínimo e meio. Já para as bolsas parciais, devem comprovar renda per capita de até três salários-mínimos.

      A abertura dos referidos editais é amplamente divulgada nos meios institucionais de comunicação, entre eles o site http:// www.pucsp.br.

      A Instituição também oferece outra modalidade fora do bojo da filantropia:

      Bolsas por Mérito Acadêmico: são concedidas bolsas de estudo para os candidatos que tiverem melhor desempenho no processo seletivo Vestibular, nos seguintes percentuais: 100%, caso o estudante tenha sido classificado em primeiro lugar no Vestibular Unificado de Verão, e 50%, caso tenha sido aprovado em primeiro lugar na sua opção de curso, desde que seja egresso de escola pública e não tenha concluído nenhuma graduação.

      Por fim, a Universidade conta com um fundo de bolsas, descrito a seguir:

      Fundo de Bolsas Ser PUC: trata-se de um fundo mantido com recursos de doadores, ex- alunos, professores e funcionários da Instituição, que permite aos jovens que não têm condições financeiras para arcar com as mensalidades do curso escolhido e também não se enquadram nos perfis sociais estipulados pela Lei de Filantropia o acesso a uma formação acadêmica e profissional de qualidade. O processo de seleção para as bolsas provenientes do Fundo Ser PUC tem como critério de avaliação a carência financeira, aliada ao mérito acadêmico.

      Financiamento estudantil

      Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) – consiste em um Programa de financiamento público, viabilizado pelo MEC. O FIES, recentemente, tornou-se uma forma de ingresso, por meio do ENEM. Mas existe a possibilidade de obtê-lo durante a realização do curso, desde que cumpridas as exigências do Programa. As normas podem ser consultadas na página eletrônica: http://sisfiesportal.mec.gov.br.

      Outras informações podem ser obtidas no site: www.pucsp.br/alunos/bolsas-e-financiamentos.

      Financiamento por meio de instituições bancárias – as informações sobre esse tipo de financiamento podem ser obtidas no Departamento de Contas a Receber da PUC-SP, pelo e-mail contasareceber@pucsp.br, ou pelo telefone (11) 3670-8480.

      SETOR DE ADMINISTRAÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO (SABE)

      O Setor de Administração de Bolsas de Estudo (SABE) é o departamento que trata das modalidades de bolsa na graduação e é o responsável pelo seu acompanhamento. Nessa perspectiva, acompanha semestralmente o aproveitamento acadêmico e a manutenção do perfil socioeconômico do grupo familiar, para garantir que o público atenda, de fato, às exigências da filantropia. Além disso, atua no atendimento de demandas oriundas do MEC, relativas às bolsas concedidas pela Universidade, bem como, quando necessário, agenda entrevistas e realiza visitas domiciliares aos contemplados, em conjunto com a assistente social da Consultoria Jurídica da Fundação São Paulo (FUNDASP).

      Na PUC-SP, os estudantes bolsistas das modalidades PROUNI, FUNDASP e Mérito Acadêmico contam com uma equipe de funcionários do SABE, que trabalha durante todo o ano no atendimento presencial, telefônico e eletrônico, encaminhando, orientando e dirimindo dúvidas. O Setor atua também no atendimento de demandas oriundas do MEC, relativas às bolsas concedidas pela Universidade, bem como, quando necessário, agenda entrevistas e realiza visitas domiciliares aos contemplados, em conjunto com a assistente social da Consultoria Jurídica da FUNDASP.

      Os bolsistas do PROUNI contam também com a Comissão Local de Acompanhamento do PROUNI (COLAP). O SABE é o canal de comunicação permanente com os membros da COLAP e é o responsável pelo agendamento de reuniões semestrais para apresentação de dados dos processos seletivos, ocasião em que os membros da Comissão trazem à discussão as demandas recebidas.

      Quanto aos discentes que utilizam o FIES, cabe ao SABE o acompanhamento do rendimento acadêmico mínimo exigido semestralmente para manutenção do financiamento.

      Tendo em vista a produção de relatórios institucionais, o SABE, por meio de sua supervisora, participa da Comissão Permanente de Acompanhamento de Ações Filantrópicas, criada pela FUNDASP para conduzir e acompanhar as atividades sociais desenvolvidas, entre elas as filantrópicas, em conformidade com as disposições estatutárias e a legislação vigente. A Comissão é composta por uma equipe interdisciplinar, que envolve profissionais das áreas de Contabilidade, Direito e Serviço Social, além de técnicos das áreas administrativa, acadêmica e tecnológica. .

      Uma equipe interdisciplinar, em conjunto com o SABE, colabora na análise das solicitações de bolsas de estudo filantrópicas, bem como dos recursos apresentados pelos estudantes, quando há indeferimento do pedido. Além disso, acompanha os editais de bolsas de estudo e de bolsas-alimentação. A atuação da equipe tem trazido melhorias significativas no acompanhamento dos estudantes.

      Setor de Administração de Bolsas de Estudo (SABE).
      Rua Ministro Godói, 969 – Subsolo – Campus Perdizes
      Telefone: (11) 3670.8102 – e-mail: sabe@pucsp.br
      Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 20h

      3. Pastoral Universitária (PU)

      A Pastoral Universitária (PU) propõe encontros para a construção de uma amizade no ambiente universitário. Atua em dois campi (Perdizes e Consolação), prestando serviços à comunidade acadêmica, interagindo com estudantes, professores e funcionários nos diversos segmentos institucionais, despertando as forças vivas que nela atuam, por meio de um diálogo constante entre fé e razão, à luz da mensagem cristã.

      A PU também é responsável por organizar grupos de estudantes e grupos de professores. Entre os serviços específicos oferecidos, destacam-se: celebração eucarística semanal e/ou mensal, em horários estabelecidos pelos campi; orientação espiritual; confissão; preparação aos sacramentos do batismo e da crisma; retiros e encontros de formação; missas de formatura; missa em memória de funcionários e parentes falecidos; batizados; casamentos; grupo de reflexão bíblica.

      No âmbito acadêmico, auxilia e promove debates sobre os mais variados temas ligados direta ou indiretamente à religião; assessora os discentes na preparação e apresentação de trabalhos acadêmicos que fazem referência à fé cristã, à Teologia e a atuação social da Igreja; realiza encontros com estudantes de outros países que fazem intercâmbio na Instituição.

      Uma experiência importante da PU é a de voluntariado com reconhecimento acadêmico ou apenas como atividade educativa. Nesse sentido, desenvolvem-se campanhas (como a Coleta de Alimentos e a Campanha do Agasalho, entre outras) e também projetos de serviço e de atuação social, em colaboração com as Pastorais Sociais da Igreja. Os projetos são desenvolvidos em parceria com os grupos de estudantes e organismos universitários, como, por exemplo, a PUC-Júnior, o Núcleo de Trabalhos Comunitários e algumas faculdades.

      A PU oferece atendimento no Campus Perdizes, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, na sala 63, andar Térreo do Edifício Reitor Bandeira de Mello. Nesse Campus, há ainda um espaço de convivência, também localizado no andar Térreo. No Campus Consolação, o atendimento ocorre às quartas-feiras, das 17h às 19h. Na última quarta-feira do mês, celebra-se uma Santa Missa.

      A PUC pode ser contatada pelos telefones (11) 3670-8557 e 3670-8038, ou pelo e-mail pastoralpuc@pucsp.br.

      Pastoral Universitária (PU)
      Campus Perdizes
      Edifício Bandeira de Melo - Sala 63
      Telefone: (11) 3670-8557 / 8038
      E-mail: pastoralpuc@pucsp.br – site: http://www.pucsp.br/pastoral
      Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 8h às 18h

      Campus Consolação
      Rua Marquês de Paranaguá, 111, Prédio II, 1º andar, sala 14
      Telefone: (11) 3670-8557 / 8038
      E-mail: pastoralpuc@pucsp.br – site: http://www.pucsp.br/pastoral
      Horário de funcionamento: 4ª feira, das 17h às 20h e 5ª feira, das 9h às 11h

      Campus Santana
      Rua Voluntários da Pátria, 1653, Sala da Pastoral, nº P 07
      Telefone: (11) 3670-8557 / 8038
      E-mail: pastoralpuc@pucsp.br – site: http://www.pucsp.br/pastoral
      Horário de funcionamento: Missas 2ª feira e 4ª feira, às 18h

      Cursos de Graduação  

      Distribuídos nas áreas de ciências Humanas, Exatas e da Saúde, os cursos de graduação oferecidos pela PUC-SP compõem uma ampla gama de oferta, tendo todos eles o objetivo de construir uma formação com múltiplas competências e habilidades, possibilitando ao seu egresso lidar com os principais temas e dilemas contemporâneos, nacionais e internacionais, com competência técnica e rigor ético. Nesse sentido, o que os une é, sobretudo, sua preocupação com a conscientização do futuro profissional quanto à dimensão social da carreira escolhida.

      85% do corpo docente da Universidade são mestres, doutores, pós-doutores ou livres-docentes e essa qualificação reverte-se na qualidade das aulas, na inovação dos Projetos Pedagógicos dos cursos e no incentivo ao uso de novas metodologias de ensino.

      Graduação e pesquisa

      Entre as atividades propostas pelos cursos de graduação, a PUC-SP proporciona experiências de pesquisa por meio da elaboração de projetos de Iniciação Científica e Trabalhos de Conclusão de Curso, além da participação em grupos de pesquisa. A produção de conhecimento desde a graduação tem como objetivo estimular a postura investigativa dos estudantes. Desse modo, os que aqui se formam desenvolvem uma postura ativa, importante para a vida profissional – tanto no mercado de trabalho quanto na carreira acadêmica.

      Para valorizar a pesquisa na graduação, a Instituição tem o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), que concede bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da própria Universidade.

      Atividades extraclasse

      São diversas as atividades extraclasse propostas aos estudantes de graduação. Entre elas, destacam-se: semanas acadêmicas, palestras, simpósios, grupos de estudo e também intervenções culturais e artísticas. Cumprem um importante papel nesse âmbito os órgãos de representação discente, formais e informais, tais como os centros acadêmicos, as atléticas e baterias, bem como os coletivos estudantis, focados em temas sociais relevantes.

      A PUC-SP também estimula a participação dos estudantes em intercâmbios acadêmicos internacionais e nas empresas juniores, que cumprem o papel de contextualizar os conteúdos estudados com a prática profissional. Entre elas, destacam-se a Consultoria PUC Jr., da Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais; a Psico PUC Jr., do curso de Psicologia; a e-PUC Jr., da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologias; a Prisma Consultoria Internacional, do curso de Relações Internacionais; a Agência PUC Comunicação, do curso de Publicidade e Propaganda; o Jornal-Laboratório Contraponto, do curso de Jornalismo; as Ligas de Especialidades, do curso de Medicina.

      Coordenadoria Geral de Estágios (CGE)

      A PUC-SP facilita a inserção profissional do estudante por meio da Coordenadoria Geral de Estágios (CGE). O setor mantém convênio direto com mais de 10 mil instituições que oferecem, regularmente, oportunidades para estágios, trainees e vagas efetivas divulgadas em várias mídias, tais como redes sociais e mural de estágios.

      A CGE administra os convênios e os contratos de estágios acadêmicos remunerados e não remunerados, garantindo seu caráter pedagógico. Durante o ano, promove palestras e ações de recrutamento em todos os campi, em parceria com as organizações conveniadas.

      Coordenadoria Geral de Estágios (CGE)
      Edifício Reitor Bandeira de Mello – Campus Perdizes
      Telefones: (11) 3670.8058 / 8057/ 8298/ 8674/ 8675
      E-mail: estagios@pucsp.br - site: www.pucsp.br/estagios
      Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 21h

      Cursos e Faculdades  

      FACULDADE CURSO CAMPUS GRAU
      FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Consolação Bacharelado
      DESIGN DESIGN DE INTERAÇÃO Consolação Bacharelado
      ENGENHARIA BIOMÉDICA Consolação Bacharelado
      ENGENHARIA CIVIL Consolação Bacharelado
      ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Consolação Bacharelado
      ENGENHARIA ELETRÔNICA Consolação Bacharelado
      ENGENHARIA MECÂNICA Consolação Bacharelado

      SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS

      Consolação Tecnológico
             
      FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E ATUARIAIS ADMINISTRAÇÃO Perdizes Bacharelado
      CIÊNCIAS ATUARIAIS Perdizes Bacharelado
      CIÊNCIAS CONTÁBEIS Perdizes Bacharelado
      CIÊNCIAS ECONÔMICAS Perdizes Bacharelado
             
      FACULDADE DE FILOSOFIA, COMUNICAÇÃO, LETRAS E ARTES ARTE: HISTÓRIA, CRÍTICA E CURADORIA Perdizes Bacharelado
      COMUNICAÇÃO DAS ARTES DO CORPO Perdizes Bacharelado
      COMUNICAÇÃO E MULTIMEIOS Perdizes Bacharelado
      JORNALISMO Perdizes Bacharelado
      COMUNICAÇÃO SOCIAL: PUBLICIDADE E PROPAGANDA Perdizes Bacharelado
      FILOSOFIA Perdizes Bacharelado
      LETRAS: INGLÊS/PORTUGUÊS TRADUTOR Perdizes Bacharelado
      LETRAS: PORTUGUÊS Perdizes Licenciatura
             
      FACULDADE DE DIREITO DIREITO Perdizes Bacharelado
             
      FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS CIÊNCIAS SOCIAIS Perdizes Bacharelado
      HISTÓRIA Perdizes Bacharelado/Licenciatura
      RELAÇÕES INTERNACIONAIS Perdizes Bacharelado
      SERVIÇO SOCIAL Perdizes Bacharelado
             
      FACULDADE DE EDUCAÇÃO PEDAGOGIA Perdizes Licenciatura
             
      FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA SAÚDE PSICOLOGIA Perdizes Formação de Psicólogo
      FISIOTERAPIA Perdizes Bacharelado
      FONOAUDIOLOGIA Perdizes Bacharelado
             
      FACULDADE DE TEOLOGIA Teologia Ipiranga Bacharelado
      Teologia Santana Bacharelado
             
      FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS E DA SAÚDE ENFERMAGEM Sorocaba Bacharelado
      MEDICINA Sorocaa Bacharelado

      l

      Normas e Procedimentos Escolares  

      A inserção oficial dos estudantes na vida acadêmica, desde o ato da matrícula até a expedição do diploma, é orientada por normas e procedimentos estabelecidos pela Universidade em seu Estatuto e Regimento Geral.

      Matrícula inicial

      A matrícula inicial é o ato que vincula os candidatos aprovados em processo seletivo à PUC-SP. Os estudantes matriculados passam a fazer parte do Cadastro Geral da Instituição e recebem um número (Registro Acadêmico – RA), que os identifica durante toda a vida escolar.

      Renovação de matrícula

      A renovação de matrícula destina-se aos estudantes que já têm vínculo com a PUC-SP e pode ser realizada a partir do segundo período da vida acadêmica, devendo ser renovada semestral ou anualmente, de acordo com o regime didático de cada curso. Os procedimentos para a renovação são divulgados semestralmente pela Secretaria de Administração Escolar (SAE), de acordo com os prazos fixados no Calendário Escolar Geral da Universidade.

      1. Matrícula acadêmica

      A matrícula acadêmica é um procedimento escolar obrigatório, voltado para a escolha do plano de estudos (disciplinas e turmas) para o período letivo subsequente. Os procedimentos para a realização da matrícula acadêmica são divulgados semestralmente pela SAE, de acordo com os prazos fixados no Calendário Escolar Geral da Universidade.

      2. Confirmação da matrícula

      A confirmação da matrícula é um procedimento acadêmico-financeiro realizado pela PUC-SP, para a confirmação automática da matrícula acadêmica, que ocorre após o vencimento regular do primeiro boleto do semestre (janeiro e julho).

      Para que a matrícula seja confirmada automaticamente, os discentes devem fazer a matrícula acadêmica (plano de estudos) no prazo previsto em Calendário Escolar Geral da Universidade, efetuar o pagamento do boleto da primeira parcela do semestre até a data do seu vencimento (ou ter direito à bolsa de estudos) e não possuir débito.

      3. Regularização da matrícula

      A regularização da matrícula é um procedimento acadêmico-financeiro para renovar a matrícula após o prazo da confirmação automática. As orientações são divulgadas semestralmente pela SAE, de acordo com os prazos fixados no Calendário Escolar Geral da Universidade.

      Para que a matrícula seja regularizada automaticamente, os estudantes devem fazer a matrícula acadêmica (plano de estudos), efetuar o pagamento da primeira parcela do semestre (ou ter direito à bolsa de estudos) e não possuir débito.

      4. Alteração da matrícula

      A alteração da matrícula consiste na modificação do plano de estudos do aluno após a confirmação de sua matrícula. Via de regra, deve ser solicitada pelos estudantes, podendo resultar no trancamento, na inclusão ou na mudança de turma de disciplinas. No caso de fechamento ou divisão de turmas, a alteração pode ser solicitada pela coordenação do curso. Os procedimentos são divulgados semestralmente pela SAE, de acordo com os prazos fixados no Calendário Escolar Geral da Universidade.

      Trancamento da matrícula

      O trancamento da matrícula é a interrupção temporária dos estudos, concedida por um ato de liberalidade da IES. Na PUC-SP, é regulamentado pelo Regimento Geral (arts. de 179 a 183) e previsto no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais da Graduação. Deve ser solicitado pelos estudantes, no prazo previsto no Calendário Escolar Geral da Universidade, e pode ser concedido pelo período máximo de dois anos, para a maioria dos cursos, ou de um ano, para os cursos superiores de Tecnologia, a partir do segundo período letivo. É vedado o trancamento da matrícula no primeiro período letivo.

      O período de trancamento de matrícula será considerado na contagem de tempo máximo previsto para a integralização do curso. Esgotado o prazo, sem que haja solicitação de reabertura da matrícula, esta é cancelada, cessando-se qualquer vínculo discente com o curso e com a Instituição, sem prejuízo da aplicação das normas administrativo- financeiras da PUC-SP.

      Reabertura da matrícula

      A reabertura da matrícula consiste na retomada dos estudos interrompidos em virtude de trancamento da matrícula ou abandono de curso, observando-se as normas acadêmicas e administrativo-financeiras da Universidade. Os procedimentos para a solicitação da reabertura são divulgados semestralmente pela Secretaria de Administração Escolar (SAE), de acordo com os prazos fixados no Calendário Escolar Geral da Universidade.

      Reopção de curso

      É facultado ao estudante da PUC-SP solicitar reopção ou mudança de curso, observados os editais das faculdades e os prazos previstos no Calendário Escolar Geral da Universidade.

      A inscrição dos candidatos à reopção fica subordinada às seguintes condições:

      a) que os requerentes tenham sido aprovados para o 2º ano do curso de origem, para os casos de cursos anuais, ou
      b) que os requerentes tenham cursado, com aproveitamento, no mínimo 30 créditos, no caso de cursos semestrais.

      Os critérios para aprovação da reopção são fixados pelas faculdades, que podem adotar o sistema de classificação, quando o número de candidatos superar o de vagas, ou o de seleção, mesmo que esse número seja menor.

      Transferência de campus

      A transferência de campus é realizada pelos estudantes quando o curso é oferecido em mais de uma filial e deve ser justificada, condicionando-se à disponibilidade de vagas. Compete ao coordenador do curso a análise do pedido.

      Transferência de turno

      A transferência de turno é realizada pelos estudantes quando o curso é oferecido em mais de um horário e deve ser justificada, condicionando-se à disponibilidade de vagas. Compete ao coordenador do curso a análise do pedido.

      Cancelamento da matrícula

      O cancelamento da matrícula consiste na cessação do vínculo discente com a IES, observando-se as normas acadêmicas e administrativo-financeiras, bem como o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais da PUC-SP. Pode ser solicitado pelos estudantes a qualquer momento, no caso de desistência formal do curso, ou realizada pela IES, de acordo com Estatuto, Regimento ou Contrato de Prestação de Serviços Educacionais.

      Sistemas de avaliação

      O processo contínuo de avaliação de ensino e aprendizagem é definido pelos conselhos das faculdades e está previsto no projeto pedagógico de cada curso (http://www.pucsp.br/graduacao).

      Revisão de nota e frequência

      É assegurado aos estudantes o direito à solicitação de revisão de nota e frequência nos casos de reprovação ou questionamento do resultado obtido, observados os prazos previstos no Calendário Escolar Geral da Universidade. Ao final do processo de avaliação, compete ao professor a decisão sobre a aprovação ou não do estudante, cabendo recurso à coordenação do curso e, se necessário, ao Conselho da Faculdade.

      Regime domiciliar

      O regime domiciliar é um regime de exceção, previsto legalmente, por meio do qual são atribuídos ao estudante exercícios domiciliares como compensação da ausência às aulas. Está previsto no Decreto-Lei nº 1044/69 (afecções congênitas ou adquiridas, infecções, traumatismo ou outras condições mórbidas) e na Lei nº 6202/75 (gravidez). Na PUC-SP, ele foi regulamentado pelas Resoluções da Reitoria nº 80/80 (requerimento do benefício) e nº 03/96 (Representação Desportiva Nacional).

      O regime domiciliar deve ser solicitado pelos estudantes ou por seus representantes no início do período de afastamento, mediante a apresentação de laudo médico.

      Componentes curriculares

      Os componentes curriculares são todas as atividades obrigatórias previstas nos projetos pedagógicos dos cursos.

      1. Disciplina

      É o conjunto de estudos e atividades correspondentes ao desdobramento de uma matéria na forma de programa a ser desenvolvido em um período letivo.

      2. Atividades complementares

      As atividades complementares são um conjunto de atividades didático-pedagógicas, estabelecidas nos Projetos Pedagógicos dos cursos de graduação de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais, que complementam a formação social e profissional do estudante. Essas atividades correspondem a um componente curricular obrigatório. Os coordenadores dos cursos são responsáveis pela avaliação e validação das horas das atividades realizadas e comprovadas, para que elas sejam incorporadas nos históricos escolares dos discentes.

      3. Estágio Supervisionado (in loco)

      O estágio in loco é um ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo dos estudantes (Lei nº 11.788/2008). O estágio nos cursos de graduação pode ser um componente curricular obrigatório, desde que previsto em seus Projetos Pedagógicos. Os coordenadores dos cursos ou os supervisores de estágio são responsáveis pela avaliação e validação das horas do estágio para que elas sejam incorporadas nos históricos escolares dos estudantes.

      4. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE)

      O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) é a avaliação do desempenho dos estudantes dos cursos de graduação, realizada pelo Ministério da Educação (MEC), com a finalidade de aferir o desempenho dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos previstos nas Diretrizes Curriculares Nacionais de seus respectivos cursos, bem como suas habilidades e competências.

      O ENADE é aplicado aos estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação com uma periodicidade máxima trienal, de acordo com o calendário divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). É acompanhado de instrumento de levantamento do perfil dos estudantes (questionário socioeconômico) e é considerado um componente curricular obrigatório dos cursos, devendo constar no histórico escolar de todos os estudantes a participação ou a dispensa da prova (Lei n° 10.861/2004 e Portaria Normativa do MEC nº 40/2007, republicada em 29/12/2010).

      A identificação e a inscrição dos estudantes dos cursos convocados para o ENADE é de responsabilidade da IES.

      5. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

      O Trabalho de Conclusão do Curso (TCC), também conhecido como Projeto Experimental, Monografia, entre outros, é um tipo de trabalho acadêmico utilizado para a avaliação final dos graduandos. Deve ser considerado um componente curricular obrigatório, a ser realizado sob a supervisão docente e de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais e os Projetos Pedagógicos dos Cursos.

      Aproveitamento de estudos

      O aproveitamento de estudos consiste na dispensa de disciplinas com o aproveitamento dos estudos realizados em outra IES ou na própria PUC-SP em outro curso ou grade curricular.

      O aproveitamento de estudos realizados em outra IES, nacional ou estrangeira, pode ser solicitado pelo estudante mediante a apresentação do histórico escolar, dos critérios de avaliação e do conteúdo programático das disciplinas ou atividades a serem aproveitadas, não podendo exceder um terço da carga horária total do curso. Para o aproveitamento de disciplinas/atividades realizadas no exterior, os documentos exigidos devem ser traduzidos por tradutor juramentado.

      O aproveitamento de estudos realizados na PUC-SP pode ser solicitado pelo aluno mediante a aprovação na disciplina ou atividade.

      Em ambos os casos, a solicitação deve ser feita nos prazos previstos no Calendário Escolar Geral da Universidade, cabendo ao coordenador do curso analisar o aproveitamento de estudos.

      Aproveitamento de conhecimentos e competências

      O aproveitamento de conhecimentos e competências consiste na dispensa de disciplinas com extraordinário aproveitamento de estudos realizados pelo estudante fora do ambiente escolar. O aproveitamento deve ser solicitado pelo estudante e demonstrado por meio de provas e outros instrumentos específicos de avaliação, definidos pelos Conselhos das Faculdades, e aplicados por meio de banca examinadora especial.

      Integralização do curso

      A integralização do curso é o cumprimento ou a conclusão de todas as exigências curriculares. Os prazos mínimo e máximo para a integralização dos cursos de graduação estão previstos em seus projetos pedagógicos. Via de regra, o prazo máximo equivale à duração regular do curso, acrescida de 50% desse tempo (por exemplo: um curso com a duração de 4 anos ou 8 semestres pode ser concluído, no máximo, em 6 anos ou 12 semestres). Não são considerados para a contagem desse prazo os períodos letivos sem matrícula ou com matrícula trancada.

      O não cumprimento de todas as exigências curriculares dentro do prazo máximo para a integralização do curso acarreta o cancelamento da matrícula do estudante, sem prejuízo da aplicação das normas administrativo-financeiras da PUC-SP. Nesse caso, o retorno ao curso somente é possível com a participação em um novo processo seletivo.

      Colação de grau

      A colação de grau consiste no juramento solene e na imposição do grau acadêmico de graduação aos formandos (Bacharel, Tecnólogo, Psicólogo ou Licenciado). Trata-se do último ato acadêmico dos estudantes e consiste em requisito para a expedição do Certificado de Conclusão do Curso e do Diploma.

      A colação de grau pode ser solicitada pelo aluno após a conclusão do curso, ou marcada compulsoriamente pelo diretor da faculdade, logo após o encerramento do período letivo.

      Para a realização da colação de grau, são imprescindíveis a integralização do curso por parte do estudante e a liberação da auditoria acadêmica da SAE.

       

      Normas Financeiras  

      Apresentamos a seguir os principais aspectos financeiros da relação estudante- Universidade, tais como a forma de calcular a semestralidade, as datas de vencimento e os procedimentos referentes à matrícula, com base no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais assinado pelo estudante ou por seus representantes no ato da matrícula.

      Regime financeiro

      A PUC-SP adota o regime financeiro semestral ou anual de cobrança, de acordo com o Projeto Pedagógico do curso, sendo a semestralidade ou anuidade paga em até 6 meses ou em até 12 parcelas mensais sucessivas, conforme o caso.

      O cálculo das mensalidades é feito com base em todas as atividades (disciplinas) cursadas em cada período letivo do curso, de acordo com seu Projeto Pedagógico.

      Valor da mensalidade

      O Edital de Mensalidades, publicado nos quadros de aviso e na página oficial eletrônica da Universidade, especifica os valores calculados para cada curso, com base nas atividades pedagógicas previstas.

      Alteração de plano de estudos

      Se autorizadas alterações de plano de estudos (trancamento ou inclusão de disciplinas) após a data de emissão de qualquer boleto, havendo alteração financeira, o acerto das mensalidades ocorrerá somente na emissão dos boletos dos meses subsequentes.

      O cálculo para esses casos será feito com base no valor da nova semestralidade, diminuindo-se os valores já gerados, dividindo-se o saldo pelos meses restantes até o final daquele semestre.

      Reajustes de mensalidades

      Os valores das mensalidades estão sujeitos aos reajustes legais, conforme estabelecido no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais.

      Data do vencimento

      A data de vencimento de cada mensalidade ocorrerá sempre no dia 5 de cada mês.

      Pagamento

      • 1. 1. Os pagamentos efetuados até o dia 1º do mês serão – por mera liberalidade – objetos de um desconto por antecipação, conforme discriminado no boleto. Esse desconto pode ser suspenso/cancelado sem prévio aviso

         

        2. 2. O pagamento das mensalidades ocorrerá por meio de boleto bancário. Não pago o boleto em sua data de vencimento, sobre o valor serão acrescidos: multa de 2% (dois por cento) e juros de 1% (um por cento) ao mês, calculados pro rata die e correção monetária, de acordo com a variação acumulada do IPC/FIPE.

        3. 3. O boleto da mensalidade será enviado pelos Correios ao endereço fornecido pelo estudante que, não o recebendo em até dois dias úteis de antecedência ao vencimento, deverá retirar a 2ª via por meio do Portal Acadêmico (http://www.pucsp.br/alunos). Caso queira utilizar o desconto de 3% a título de antecipação, o discente deverá pagar o referido boleto até o primeiro dia útil do mês. O aluno que não cumprir esse quesito perderá o referido desconto.

      Parcelas vencidas

      Parcelas vencidas há mais de 30 dias deverão ser regularizadas por meio do Núcleo de Cobranças da Fundação São Paulo, com sede na Rua da Consolação, 881 – 12º andar – Bairro da Consolação – São Paulo/SP – Telefones: (11) 3124.5747 ou (11) 3124.5732 – e-mail: nc@pucsp.br. Caso o débito não seja negociado por meio do Núcleo de Cobranças, a cobrança será empreendida por meio de escritório terceirizado, ficando sob a responsabilidade do devedor o pagamento pelos encargos daí decorrentes.

      Matrículas

      A confirmação de matrícula ocorrerá de acordo com a periodicidade do curso: semestral ou anual, conforme detalhado no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais. O escalonamento de matrículas seguirá o Calendário Escolar Geral da Universidade.

      Cancelamento de matrícula

      O cancelamento de matrícula inicial do estudante deverá ser solicitado na Secretaria de Administração Escolar (SAE). A Instituição devolverá o valor da matrícula, retendo 25% para cobrir despesas administrativas, desde que a solicitação formal seja manifestada antes do início oficial das aulas.

      a) Para ingressantes via Vestibular: após o início oficial das aulas e até a última chamada do processo seletivo, a devolução do valor da matrícula será de 50%. Os estudantes convocados na última chamada terão 72 horas para efetivar o cancelamento, com a devolução de 50% do valor da matrícula. Ocorrendo o cancelamento de matrícula após a última chamada do processo seletivo, o aluno deverá quitar todas as parcelas vencidas, considerando o recálculo proporcional da semestralidade, até a data da formalização da desistência, que deverá ser solicitada na Secretaria de Administração Escolar (SAE), em formulário específico para este fim.

      b) o aluno que solicitar o cancelamento de matrícula terá direito à devolução do valor pago correspondente à matrícula, e a PUC-SP reterá 25% desse valor para cobrir despesas administrativas, desde que a solicitação formal seja manifestada antes do início oficial das aulas. Se essa solicitação for feita após o início oficial das aulas, o aluno deverá quitar todas as parcelas vencidas, considerando o recálculo proporcional da semestralidade, até a data da formalização da desistência, que deverá ser solicitada na Secretaria de Administração Escolar (SAE), em formulário específico para este fim.

      Trancamento de matrícula

      O trancamento de matrícula suspende a continuidade dos estudos nas atividades em que o aluno está matriculado e deve obedecer ao Calendário Escolar Geral da Universidade, formalizado na SAE em formulário especificamente destinado para esse fim. O trancamento de matrícula não quita débitos anteriores, devendo o aluno pagar todas as parcelas vencidas, considerando o recálculo proporcional da semestralidade, até a data de sua formalização.

      Abandono ou desistência

      No caso de desistência do curso ou abandono das aulas sem a prévia formalização do trancamento ou cancelamento de matrícula conforme descrito acima, o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais não será suspenso, devendo o aluno se responsabilizar pelo pagamento das mensalidades até o final do período letivo, ou até que seja formalizado o trancamento ou cancelamento.

      As normas financeiras aqui detalhadas aplicam-se, de modo geral, a todos os estudantes dos cursos de graduação, respeitadas as especificidades dos contratos efetivados em anos anteriores, podendo ser alteradas a juízo da Universidade ou de sua Mantenedora, sempre que houver necessidade.

      Apoio, Extensão e Serviços  

      Assessoria de Comunicação Institucional (ACI)

      A Assessoria de Comunicação Institucional (ACI) é responsável pela comunicação jornalística interna e externa da Universidade e pela preparação de gestores para relacionamento com a mídia.

      Cabe aos jornalistas atender diariamente à imprensa de todo o país, indicando professores e pesquisadores para repercutirem fatos de relevância política, social, cultural e econômica por meio de entrevistas.

      A equipe também é responsável pela produção e pelo gerenciamento do conteúdo jornalístico divulgado no site da Universidade e no J.Puc, o jornal online lançado pela Instituição em 2017. A Assessoria ainda gerencia e produz conteúdo diário para as redes sociais da PUC-SP no Facebook, Instagram e Twitter, alcançando diretamente quase 150 mil internautas.

      Assessoria de Comunicação Institucional (ACI)
      Edifício Cardeal Mota, sala T-34 – Campus Perdizes
      Telefones: (11) 3670-8002 / 3670-8196
      E-mail: imprensa@pucsp.br – site:www.pucsp.br/assessoria-de-comunicacao-institucional
      Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 8h às 21h

      Ambulatório Médico

      O Ambulatório Médico atende estudantes, professores e funcionários. O setor realiza atendimento de primeiros socorros, faz curativos e fornece gratuitamente medicamentos em casos de emergência.

      Ambulatório Médico

      Campus Perdizes
      Edifício Cardeal Mota, sala S-14
      Telefone: (11) 3670.8234
      Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª-feira, das 8h às 23h; sábado das 8h às 13h

      Campus Consolação
      Rua Marquês de Paranaguá, 111
      Telefone: (11) 3124.5821
      Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h; sábado das 8h às 13h

      Assessoria de Relações Institucionais e Internacionais (ARII)

      A cooperação internacional articula a realização de eventos e pesquisas em colaboração com instituições estrangeiras, bem como atividades de intercâmbio de estudantes e professores. Atualmente, a Instituição possui convênios com 181 instituições no exterior, em 44 países.

      Estudantes de graduação podem realizar, durante um semestre acadêmico, intercâmbio de estudos em prestigiadas instituições de ensino superior de diversos países, com possibilidade de aproveitamento de disciplinas. Podem também conviver com estudantes de diferentes nacionalidades, que realizam seus estudos na PUC-SP.

      Além do intercâmbio semestral, o graduando pode se beneficiar de várias oportunidades de experiências internacionais, como o Programa de Duplo Diploma (para estudantes do curso de Relações Internacionais), cursos de curta duração e de idiomas no exterior, visitas técnicas e estágios internacionais.

      Assessoria de Relações Institucionais e Internacionais (ARII)
      Edifício Cardeal Mota, sala P-67 – Campus Perdizes
      Telefones: 3670.8011 / 8498
      E-mail: dci-rii@pucsp.br – site: www.pucsp.br/arii
      Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª-feira, das 9h às 19h

      Bibliotecas

      Nas 7 unidades que integram seu sistema de bibliotecas, a Universidade responsabiliza-se pela preservação, atualização e difusão do conteúdo de seu acervo, com significativo valor histórico e cultural.

      Obras raras, que remontam aos séculos XVII e XVIII, convivem com as facilidades viabilizadas pelas tecnologias digitais. Sem sair de casa, o usuário pode consultar o Catálogo On-line, no qual estão cadastrados livros, teses, dissertações, monografias, periódicos, CD, VHS e DVD, interligando os acervos existentes em todas as unidades do sistema, por meio de um programa específico para gerenciamento de bibliotecas. O acesso é feito pelo endereço www.pucsp.br/biblioteca.

      O sistema proporciona, ainda, a renovação de empréstimos e reserva de itens, bem como o recebimento de avisos da data de devolução, do empréstimo em atraso e de reserva disponível.

      Os acervos das bibliotecas contam com cerca de 762.539 volumes em diferentes suportes, entre eles 8.723 títulos de periódicos. A biblioteca do Campus Perdizes mantém coleções especiais provenientes de acervos particulares de renomadas personalidades do meio acadêmico ou de relevante atuação na vida pública. Destacamos as doações do Dr. Hélio Bicudo, que contêm livros e vasta documentação reunida durante sua trajetória profissional na área de Direitos Humanos.

      No Portal Eletrônico da Biblioteca, também é possível acessar bases de dados de publicações da Universidade, tais como revistas eletrônicas e a base da Biblioteca Digital Sapientia, que contém a versão eletrônica das dissertações e teses defendidas na Instituição.

      A Instituição também tem adotado a política de assinar bases de bibliotecas digitais, de forma a propiciar acesso online à totalidade das referências utilizadas em suas atividades acadêmicas.

      Além das bases locais, é possível o acesso integral ao Portal de Periódicos da Capes: uma biblioteca virtual que reúne e disponibiliza o melhor da produção científica internacional. Ele conta com um acervo de 31 mil títulos com texto completo, 130 bases referenciais, 6 bases dedicadas exclusivamente a patentes, além de livros, enciclopédias e obras de referência, normas técnicas, estatísticas e conteúdo audiovisual.

      As bibliotecas trabalham para atender aos diversos segmentos da comunidade, oferecendo os seguintes serviços, entre outros:

      • empréstimo domiciliar restrito a usuários ligados à PUC-SP;
      • empréstimo entre bibliotecas (com outras instituições);
      • normalização bibliográfica;
      • levantamento bibliográfico;
      • treinamento dos recursos informacionais;
      • visita monitorada;
      • comutação bibliográfica;
      • atendimento específico a portadores de necessidades especiais;
      • serviço de malote – uma cooperação entre as bibliotecas do sistema no intuito de suprir e facilitar a demanda dos usuários de cada campus.

        Biblioteca do Campus Perdizes
        Edifício Reitor Bandeira de Melo, andar Térreo
        Telefone: (11) 3670-8272
        E-mail: biblinaq@pucsp.br – site: www.pucsp.br/biblioteca

        Biblioteca do Campus Consolação
        Rua Marquês de Paranaguá, 111, subsolo do Predio 2
        Telefone: (11) 3124-7207
        E-mail: bccetatende@pucsp.br – site: www.pucsp.br/biblioteca

        Biblioteca do Campus Santana
        Rua Voluntários da Pátria, 1653
        Telefone: (11) 2226-6173
        E-mail: biblisantana@pucsp.br – site: www.pucsp.br/biblioteca

        Biblioteca do Campus Ipiranga
        Avenida Nazaré, 993
        Telefone: (11) 2065-4623
        E-mail: biblioteologia@pucsp.br – site: www.pucsp.br/biblioteca

        Centro de Documentação e Informação Científica “Prof. Casemiro dos Reis Filho” (CEDIC)

        O Centro de Documentação e Informação Científica “Prof. Casemiro dos Reis Filho” (CEDIC) foi criado em 5 de setembro de 1980, com a finalidade de apoiar a pesquisa, o ensino e a extensão. Constitui-se em um espaço de preservação de diferentes tendências e expressões da memória social brasileira.

        Seu acervo – parte do qual já foi nominada patrimônio da América Latina – está aberto para consulta a todos os estudantes e pesquisadores da PUC-SP, bem como ao público em geral. De natureza diversificada e com temáticas abrangentes, seu acervo reúne documentos sobre a história e a organização da sociedade brasileira, bem como suas relações com a América Latina e Central.

        Trata-se de conjuntos documentais textuais, iconográficos e sonoros produzidos por movimentos sociais ligados à Igreja; movimentos estudantis, culturais, urbanos e rurais, além de movimentos de educação e por direitos humanos e movimentos gerados por atividades e projetos acadêmicos da própria PUC-SP, correspondendo a mais de 900 mil itens.

        O CEDIC também presta serviços especializados de microfilmagem, digitalização de documentos e masterização de depoimentos orais. Oferece ainda cursos e estágios, estes últimos particularmente voltados para estudantes de graduação, capacitando-os para atuarem na preservação do patrimônio documental.

        Informações mais detalhadas estão disponíveis em: www.pucsp.br/cedic.

        Centro de Documentação e Informação Científica “Prof. Casemiro dos Reis Filho”
        Rua Monte Alegre, 1104 – Perdizes
        São Paulo/SP
        Telefones: (11) 3872-8323 / 7461
        Horário de atendimento: de 2ª a 6ª feira, das 9h30 às 17h30

        Clínica Psicológica

        A Clínica Psicológica "Ana Maria Poppovic", da Faculdade de Ciência Humanas e da Saúde da PUC-SP, é uma clínica de serviços à comunidade. Oferece trabalhos clínicos (diagnóstico, orientação, psicoterapia, encaminhamento) a pessoas de todas as idades, individualmente ou em grupo, família e casal, em diversas modalidades e abordagens de atendimento, com intervenções na comunidade e em outras instituições.

        Ao mesmo tempo em que responde às demandas da população e instituições, é o lócus da formação clínica dos estagiários do curso de Psicologia; de psicólogos inscritos no Aprimoramento Profissional Clínico-Institucional.

        A Clínica Psicológica “Ana Maria Poppovic", como clínica de ensino e serviço, tem por objetivo dar suporte à integração da formação acadêmica, à prestação de serviços e à pesquisa.

        Clínicia Psicológica “Ana Maria Poppovic”
        Rua Almirante Pereira Guimarães, 150 – Pacaembu
        São Paulo/SP
        Telefone: (11) 3862-6070
        Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 21h, com hora marcada

        Comissão Própria de Avaliação (CPA)

        A Comissão Própria de Avaliação (CPA) é responsável pela coordenação da autoavaliação institucional. Foi instituída pelo Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (SINAES) – Lei Federal 10861/2004 –, que definiu sua criação em todas as instituições de ensino superior do país. Na PUC-SP, a CPA instalou- se em 2004, sendo formada por docentes, estudantes, funcionários e representantes da sociedade civil.

        A autoavaliação institucional, como previsto pela referida Lei, é um processo permanente de análise e reflexão sobre todas as dimensões da Instituição, como Ensino, Pesquisa, Políticas de Pessoal, Infraestrutura, Organização e Gestão, entre outras. Há espaço para participação de toda comunidade puquiana, em diferentes situações de coleta de dados, para reafirmar a excelência acadêmica.

        Informações sobre a CPA da PUC-SP e sobre os trabalhos de autoavaliação institucional realizados podem ser obtidas em: www.pucsp.br/cpa.

        Escritório Modelo “Dom Paulo Evaristo Arns”
        Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade de Direito da PUC-SP
        Assessoria Jurídica Popular - Assistência Jurídica Gratuita - Mediação de Conflitos

        O Escritório Modelo “Dom Paulo Evaristo Arns”, unidade de prática jurídica da Faculdade de Direito da PUC-SP, disponibiliza serviços jurídicos gratuitos à população desfavorecida social e economicamente.

        Nessa perspectiva, desenvolve projetos de natureza social e atua fortemente em diversas comunidades na defesa de questões/causas coletivas, fomentando políticas públicas – especialmente relacionadas às minorias sociais – em trabalho de diálogo direto com o Poder Público. Presta também Assessoria Jurídica Popular, Assistência Jurídica Gratuita e faz Mediação de Conflitos.

        Sua atuação tem como base a proteção, a garantia e a conscientização de direitos, no contato direto com a população e com o aluno, na prática multiprofissional e interdisciplinar. O Escritório é um veículo importante de difusão do conhecimento acadêmico, no auxílio real do exercício da cidadania.

        Coordenado por professores da Faculdade de Direito, auxiliados por estudantes/estagiários, acompanhados por uma equipe altamente qualificada de advogados orientadores, oferece também apoio e atendimento psicológico e social. Orientar, assessorar, defender, mediar e postular em juízo, em prol da população socialmente vulnerável, são os objetivos do Escritório Modelo.

        As atividades alinham-se com os princípios da dignidade humana e da sustentabilidade planetária, já que buscam meios de erradicação das desigualdades sociais e promovem a convivência pacífica e harmônica entre os indivíduos.

        Com 24.860 ações judiciais propostas e 68 comunidades atendidas, beneficia mais de 48.155 famílias e é reconhecidamente um dos maiores polos de provocação judicial para defesa e realização de direitos no Brasil.

        Escritório Modelo “Dom Paulo Evaristo Arns”
        Rua João Ramalho, 295 – Perdizes
        São Paulo/SP - SP CEP: 05008-001
        Telefones: (11) 3873 3200 / 3873 5789
        E-mail:esc.modelo@pucsp.br
        Site: www.escritoriomodelo.pucsp.br
        Horário de atendimento ao público:
        de 2ª a 6ª feira, das 13h30 às 15h30
        Horário de funcionamento:
        de 2ª a 6ª feira, das 8h às 18h


        Laboratórios

        Diversas áreas de ensino e pesquisa, na graduação e pós-graduação, contam com um conjunto de laboratórios que abrange as áreas de Línguas, Jornalismo, Computação, Comunicação e Semiótica, Física, Anatomia, Biologia, Enfermagem, Medicina, Engenharia e Informática.

        Os campi da PUC-SP contam com salas de aula informatizadas e laboratórios com acesso à internet, disponibilizados a estudantes e professores.

        Laboratórios Campus Perdizes
        Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 7h30 às 22h40; sábado, das 7h às 13h

        Laboratórios Campus Consolação
        Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h40; sábado, das 7h15 às 16h40

        Laboratórios Campus Santana
        Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 8h às 19h45

        Laboratórios Campus Ipiranga
        Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h40

        Núcleo de Cobranças

        Sediado na Rua da Consolação, 881, 12º andar – Campus Consolação, o Núcleo de Cobrança é um setor estratégico, com vinculação e subordinação administrativa ligada diretamente à Fundação São Paulo, Mantenedora da PUC-SP. É responsável pela recuperação de créditos educacionais, entre outros, em favor da Fundação São Paulo. A partir do 31º dia, a contar do seu vencimento, o débito somente poderá ser pago/negociado por meio do Núcleo de Cobranças. Os interessados contam com os seguintes canais de contato: e-mail: nc@pucsp.br ou telefones: 3124.5747 / 5732.

        Núcleo de Trabalhos Comunitários (NTC)

        O Núcleo de Trabalhos Comunitários (NTC) desenvolve, junto aos segmentos excluídos da sociedade, projetos de ensino, pesquisa e extensão, como a implantação de brinquedotecas, alfabetização de jovens e adultos, programas de educação e apoio a crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, além de estimular a formação de educadores populares e sociais, com base na filosofia de Paulo Freire.

        Ouvidoria

        A Ouvidoria da PUC-SP atende aos membros da Comunidade Universitária, estimulando a manutenção e o contínuo aperfeiçoamento da natureza humanista da Instituição. Acolhe a comunidade externa e interna (estudantes, professores e funcionários), realiza os encaminhamentos necessários e auxilia na resolução e prevenção de conflitos.

        O setor também atua de forma isenta e independente, com caráter mediador e estratégico. É um importante agente para a melhoria e organização dos processos de trabalho institucionais. Busca favorecer o diálogo, promover a comunicação entre as instâncias institucionais, sendo um instrumento de democracia participativa e transparente.

        Os princípios norteadores de seu atendimento são o respeito, a ética, a solidariedade e o sigilo.

        Ouvidoria
        Edifício Reitor Bandeira de Mello, Sala TF-1, andar Térreo – Campus Perdizes
        Tel: (11) 3670-8083 / (11) 3670-8491
        E-mail: ouvidoria@pucsp.br – site: http://www.pucsp.br/ouvidoria
        Horário de atendimento: das 9h às 21h.

        Alimentação

        Os campi da PUC-SP contam com restaurantes universitários e/ou lanchonetes, com diferentes opções para alimentação.

        O Restaurante Universitário do Campus Perdizes funciona nos moldes de uma praça de alimentação, com sistema de bufê (expresso e por quilo). Além dele, funcionam quiosques que oferecem serviços de lanchonete.

        TV PUC

        Este é o setor de produção audiovisual da PUC São Paulo. É uma das mais antigas e ativas TVs universitárias do Brasil. Sua equipe realiza programas de TV, vídeos e mídia interativa, para difusão ampla ou restrita.

        A TV PUC tem produzido documentários e programas de TV para várias emissoras, levando adiante o espírito crítico e a preocupação social tradicionais na Universidade. Já ganhou muitos prêmios na área. O setor participa da gestão e programação de um canal de TV, o Canal Universitário de São Paulo e em seu site http://tv.pucsp.br/puc/ publica boa parte de sua produção.

        Situada no Campus Perdizes, sua posição estratégica entre os setores diretivos e os cursos de comunicação (Jornalismo, Multimeios, Publicidade e Propaganda, Artes do Corpo, Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica) faz com que a TV PUC seja mediadora na relação com outras emissoras, tais como a TV Cultura e FUTURA.

        Junto com demais setores, realiza, no âmbito interno, vídeos de cunho institucional e programas de TV para divulgação científica e para educação a distância.

        DERDIC - Divisão de Educação e Reabilitação dos Distúrbios da Comunicação

        A Divisão de Educação e Reabilitação dos Distúrbios da Comunicação (DERDIC), Unidade Suplementar da PUC-SP, é um órgão subordinado à Fundação São Paulo (FUNDASP) e articulado academicamente à Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde.

        Tem como missão "educar surdos, prestar atendimento e tratamento a pessoas com alterações de audição, voz e linguagem, formar profissionais e realizar pesquisas para que todos os envolvidos nas atividades institucionais possam assumir o papel de agentes transformadores no processo de participação na sociedade".
        Fundada em 1954, a DERDIC compreende atualmente a Escola de Educação Bilíngue para Surdos, a Clínica de Audição, Voz e Linguagem Prof. Dr. Mauro Spinelli e o Centro Audição na Criança. Seus 123 profissionais oferecem formação educacional e atendimento clínico de excelência a uma clientela majoritariamente de baixa renda.

        As atividades clínicas são realizadas por meio convênio SUS, como Centro Especializado em Reabilitação (CER II) na Rede da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, para pacientes com deficiência auditiva e intelectual. Seus profissionais produzem pesquisa com padrão internacional e prestam assessoria a empresas, órgãos públicos e organizações afins.

        A Escola atende 100 crianças e adolescentes surdos em programas de educação regular; 80 jovens surdos nos campos da orientação e qualificação profissional (Aprendiz Surdo) e uma média de 650 estudantes ouvintes e surdos em cursos livres de Língua Brasileira de Sinais. Na área clínica, a organização presta atendimento a 8 mil pacientes por ano e concede, por meio de convênio com o SUS, 2.400 aparelhos auditivos a pessoas de todas as faixas etárias.

        Essas atividades fazem da DERDIC um centro de referência em seus campos de atuação.

        Mais informações podem ser obtidas no site www.pucsp.br/derdic

        Cultura e Lazer  

        TUCA - Teatro da Universidade Católica

        Reconhecido como um marco cultural da cidade de São Paulo, o TUCA apresenta sempre uma programação diversificada, trazendo artistas consagrados de diversas regiões do país e oferecendo espaço também para novos talentos e para a formação do artista. Em seu palco, já foram realizados grandes shows de Elis Regina, Chico Buarque, Toquinho, Tom e Vinicius, além de ter dado início ao Movimento Tropicalista, com Caetano Veloso.

        Seu prédio é tombado pelo Patrimônio Histórico desde 1998, dada a sua importância como espaço de resistência democrática, cultural e política, durante a ditadura militar. Após sofrer dois incêndios em 1984 e ser reformado em 2003, preserva as marcas da história em suas paredes, revelando, em contraste com o tijolo aparente, partes do revestimento original. O teatro possui o Centro de Documentação e Memória, onde é possível acessar inúmeros documentos, manifestos, fotos, cartazes e laudos da censura federal, emitidos durante a ditadura.

        O espaço conta com duas salas de espetáculo, o TUCA e o TUCARENA. Também comporta em suas instalações uma sala de ensaio e a Sala Paulo Freire, onde acontecem cursos, palestras, eventos institucionais e acadêmicos. Como espaço de teatro, tem recebido ótimos espetáculos.

        A programação do teatro pode ser conferida no site http://www.teatrotuca.com.br/.

        Teatro TUCA
        Rua Monte Alegre, 1024 - Perdizes
        São Paulo/SP

        CUCA - Coral da Universidade Católica

        O grupo CUCA é formado, na sua maioria, por estudantes e ex-estudantes e está aberto para receber também professores e funcionários, além de membros da comunidade externa .

        Em mais 40 anos de trabalho comunitário (desde 1973) sob a regência de seu fundador, o regente Renato Teixeira Lopes, o CUCA já se apresentou em festivais e encontros nacionais e internacionais, desenvolvendo um trabalho ligado à pesquisa artística e à divulgação da cultura musical, com um repertório que abrange obras de diversos estilos e épocas.

        O CUCA começou como uma atividade ligada aos centros acadêmicos, quando o País vivia uma ditadura militar e precisava escolher para quem cantar. Nessa época, significava para os estudantes uma forma de expressão em um tempo de proibição das expressões políticas e culturais.

        Hoje, o Coral está vinculado à Pró-Reitoria de Cultura e Relações Comunitárias (PROCRC) e possui 40 integrantes, todos voluntários. No CUCA, estiveram pessoas em busca de uma oportunidade de socialização por meio da música, assim como outras tantas que descobriram sua musicalidade por meio do canto e continuaram se aperfeiçoando como cantores solos, instrumentistas e/ou optaram pela faculdade de música de outras universidades na formação de regência.

        Mais informações são obtidas no site www.pucsp.br/cuca.

        Museu da Cultura

        O Museu da Cultura integra a Faculdade de Ciências Sociais e estabelece o diálogo com diversos saberes de dentro e de fora da Universidade. Articula atividades de pesquisa e extensão e aproxima-se do ensino por meio de monitorias, oficinas, estágios e iniciações científicas.

        Desde 1999, quando foi inaugurado, abriga uma pequena galeria de exposições e uma saleta de guarda de acervo, composto por coleções de objetos indígenas e outros de interesse das Ciências Sociais, além de biblioteca e arquivo sobre cultura, arte, museologia e memória da Faculdade de Ciências Sociais.

        O Museu da Cultura oferece exposições e mostras temporárias na sua galeria interna. Dispõe de um pátio utilizado por estudantes e pesquisadores para debates, estudos e pequenas reuniões. Nesse espaço, também são organizadas, em parcerias com diversos setores institucionais, mesas redondas, palestras, exibições de filmes e vídeos, pequenas apresentações musicais, lançamentos de livros e revistas, performances, entre tantas outras atividades.

        Museu da Cultura
        Edifício Cardeal Mota - Subsolo – acesso pelo corredor S-23 – Campus Perdizes
        Telefones: 36708559 / 36708331
        Site: www.pucsp.br/museudacultura
        Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª feira, das 14h às 19h

        Menu
        PUC-SP
        J.PUC-SP
        Sou PUC